The Reforming Clergy and Lay Associations in Bahia (1893-1924)

  • Edilece SOUZA COUTO Federal University of Bahia, UFBA (Brazil)

Abstract

Between 1893 and 1924, the archbishop of Salvador (BA), Don Jerônimo Tomé da Silva, an enthusiast of Brazilian modernization and an advocate of Catholic orthodoxy, wanted to regulate devotions and feasts in accordance with the canonic constitutions and codes. Lay people, in brotherhoods and third orders, by means of negotiations and resistances to the new rules, attempted to keep their activities with no clerical interference. This paper identifies and analyzes the strategies and tactics used by clergymen and lay people to adapt to the innovations of the 20th century, particularly the new norms, which could cause changes in Catholic practices and rituals.

Author Biography

Edilece SOUZA COUTO, Federal University of Bahia, UFBA (Brazil)

Post Doc (07 / 2016-06 / 2017) at the Postgraduate Program in History of the State University of Maringá; PhD in History from São Paulo State University , Assis-SP campus; Professor of the History Department of the Federal University of Bahia - UFBA (Brazil).

References

• Certeau, M. de (1998). A invenção do cotidiano. (1), Artes de fazer. Petrópolis – RJ: Vozes.
• Couto Edilece, S. (2010). Tempo de festas: homenagens a Santa Bárbara, Nossa Senhora da Conceição e Sant’Ana em Salvador (1860-1940). Salvador – BA: EDUFBA.
• Couto Edilece, S. (2015). Festas afro-católicas em Salvador, Bahia, Brasil. Revista del CESLA, (18), 117-142.
• Couto Edilece, S. (2016, setembro/dezembro). O arcebispo reformador e os irmãos leigos: notas da biografia de Dom Jerônimo Tomé da Silva. Revista Brasileira de História das Religiões, IX (26), 85-100.
• Farias, S. (1997). Irmãos de cor, de caridade e de crença: a Irmandade do Rosário do Pelourinho na Bahia: séc. XIX. Dissertação (Mestrado em História). Salvador – BA: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas – Universidade Federal da Bahia – UFBA.
• Gigante, J. (1955). Instituições de Direito Canônico. Braga: Editorial Scientia & Ars Editorial.
• Jesus, L. de (2014). “Ventos venenosos”: o catolicismo diante da inserção do protestantismo e do espiritismo na Bahia durante o arcebispado de Dom Manoel Joaquim da Silveira (1862-1874). Dissertação (Mestrado em História). Salvador – BA: Faculdade de Fi-losofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia – UFBA.
• Leite, R. (1996). E a Bahia civiliza-se: ideias de civilização e cenas de anticivilidade em um contexto de modernização urbana, Salvador, 1912-1916. Dissertação (Mestrado em História). Salvador – BA: Universidade Federal da Bahia – UFBA.
• Pinheiro, E. (2011). Intervenções na Freguesia da Sé, 1850-1920, In: H. Gama, J. Nascimento (orgs.). A urbanização de Salvador em três tempos: Colônia, Império e República, Salvador: IGHB, (1), 131-173.
• Rodrigues, Anna. (1981). A Igreja na República. Brasília – DF: Editora da UNB.
• Santirocchi, Í. (2010, agosto/dezembro). Uma questão de revisão de conceitos: Romanização – Ultramontanismo – Reforma. Temporalidades – Revista Discente do Programa de Pós-graduação em História da UFMG, 2 (2).
• Seixas, M. (2011). Igreja Presbiteriana no Brasil e na Bahia: instituição, imprensa e cotidiano (1872-1900). Dissertação (Mestrado em História). Salvador – BA: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia – UFBA.
• Wernet, A. (1987). A Igreja paulista no século XIX. São Paulo – SP: Ática.

Fontes

• Bahia e Consistório da Irmandade do S. S. e Sant’Anna (1928, julho 12). Salvador – BA: Arquivo da Cúria Metropolitana de Salvador/Laboratório Eugênio Veiga.
• Compromisso da Confraria do Senhor Bom Jesus da Cruz feito em 1874 (1914, outubro 11). Salvador – BA: Typographia Liberty, Arquivo da Cúria Metropolitana de Salvador (ACMS) – Laboratório Eugênio Veiga (LEV).
• Compromisso da Irmandade do Glorioso São José (1932, abril 2). Salvador – BA: Arqui-vo da Cúria Metropolitana de Salvador (ACMS) – Laboratório Eugênio Veiga (LEV).
• Diário de Notícias (1913, abril 14). Salvador – BA: Biblioteca Pública do Estado da Bahia – BPEB, Seção de periódicos.
• Ofício da Irmandade de Santa Cecília ao bispo auxiliar dom Manuel dos Santos Pereira (1891, junho 17). Salvador – BA: Arquivo da Cúria Metropolitana de Salva-dor/Laboratório Eugênio Veiga, Pasta de Correspondências do Arcebispado da Bahia com as Irmandades, Confrarias e Ordens Terceiras.
• Revista Eclesiástica (1914). Salvador – BA: Arquivo da Cúria Metropolitana de Salvador (ACMS) – Laboratório Eugênio Veiga (LEV).
• Pacheco, F. (1894). Ofício da Venerável Ordem Terceira de S. Domingos de Gusmão (1894, maio 9). Arquivo da Cúria Metropolitana de Salvador/Laboratório Eugênio Veiga, Livro de Correspondência do Arcebispado 2.
• Silva. A. (2000). Venerável Ordem Terceira de São Domingos de Gusmão (1927, maio 14). Arquivo Público do Estado da Bahia, Catálogo das Irmandades, Ordens Terceiras e Confrarias.
Published
2017-12-30
Section
Articles

Keywords

Brazil, Salvador (BA), Catholicism, archbishopric, lay associations

How to Cite
SOUZA COUTO, Edilece. The Reforming Clergy and Lay Associations in Bahia (1893-1924). Revista del CESLA, [S.l.], n. 20, p. 209-224, dec. 2017. ISSN 2081-1160. Available at: <http://revistadelcesla.com/index.php/revistadelcesla/article/view/415>. Date accessed: 25 sep. 2018.